A síndrome de Asperger é um transtorno global do desenvolvimento ou transtorno do espectro autista, mas com a diferença de que aqueles que sofrem não têm atrasos cognitivos, basta dificuldade para interagir socialmente, mas podem ter uma inteligência acima da média. Os fatores genéticos podem desempenhar um papel importante, já que o distúrbio tende a ocorrer em famílias, sendo mais comum em meninos que em meninas. Não há nenhum atraso em seu desenvolvimento cognitivo, a capacidade de cuidar de si mesmos nem na curiosidade sobre o seu ambiente. Sintomas da Síndrome de Asperger As pessoas que sofrem de Síndrome de Asperger têm os seguintes sintomas: – Obsessão em um único objeto ou tema, ignorando todos os outros, e querendo saber tudo sobre esse tema, como a obsessão com os horários de trens, listas telefônicas ou coleções de objetos, sem reconhecer a perda de interesse no tema de sua escuchante – Aproximam-Se a outras pessoas, mas seus problemas com a fala e a linguagem em um contexto social, levam ao isolamento. – A linguagem corporal que pode ser incomum. – Tom monótono da fala e podem não responder a comentários ou as emoções de outras pessoas, além disso, podem não entender o sarcasmo ou humor. – Não reconhecem a necessidade de alterar o volume de sua voz em diferentes ambientes. – Tem problemas com o contato visual, expressões faciais, posturas do corpo ou gestos -comunicação não verbal-. – Problemas para formar relacionamentos com crianças da mesma idade ou de outros adultos, devido a que: São incapazes de responder emocionalmente em interações sociais normais. Não são flexíveis, continuam a rotinas ou rituais. Têm dificuldade para mostrar, trazer ou apontar objetos de interesse para outras pessoas. Não expressam prazer com a felicidade de outras pessoas. As pessoas que sofrem de síndrome de Aperger podem apresentar atrasos no desenvolvimento motor e comportamentos físicos incomuns, tais como andar de bicicleta, pegar uma bola ou trepar, também têm constrangimento ao caminhar ou fazer outras atividades, agitando repetitivo dedos, torção ou movimentos do corpo inteiro. Podem ser diagnosticados com transtorno de hiperatividade com déficit de atenção, na adolescência e juventude podem sofrer de ansiedade ou depressão, além de transtorno obsessivo-compulsivo e síndrome de Tourette, entre outros. Tratamento para a Síndrome de Asperger Não existe um único tratamento para as crianças que sofrem de síndrome de Asperger, a maioria dos programas para estas crianças ensinam habilidades utilizando atividades altamente estruturadas, onde os pontos importantes que se repetem com o tempo para ajudar a reforçar certos comportamentos. Tipos de programas para tratar a síndrome de Asperger – Cognitivo-comportamental ou terapia de conversa, para ajudar as crianças a lidar com suas emoções, comportamentos repetitivos e obsessões. – Treinamento em grupo de habilidades sociais. – Treinamento para os pais, para ensinar as técnicas que podem ser usadas em casa. – Terapia física ou ocupacional, para ajudar com as habilidades motoras e os problemas sensoriais. – Terapia da fala e linguagem, para ajudar com a habilidade de conversação cotidiana. – Medicamentos como os inibidores seletivos da recaptação de serotonina, antipsicóticos e estimulantes podem ser usados para tratar problemas como ansiedade, depressão, problemas de atenção, e de agressão, entre outros.

Post Navigation