Você sabe quais são as razões por que o açúcar é ruim para a saúde?, há alguns dias vos falamos nestas linhas sobre os riscos do açúcar, uma substância que, no entanto, está sempre presente na nossa cozinha. O seu consumo não só não é prejudicial, mas que é necessário, já que o nosso organismo transforma-a em energia. Isso sim, sua ingestão deve ser sempre moderada, já que o seu excesso torna um grande inimigo para o nosso corpo, com uma longa lista de efeitos nocivos para a nossa saúde. São tantos os perigos para a saúde que decidimos dividir este especial sobre as razões por que o açúcar é ruim para a saúde em duas partes. Nesta primeira vamos nos concentrar nos cinco primeiras razões que nos devem alertar para a necessidade de limitar o consumo de açúcar para o essencial. Por que o açúcar é ruim para a saúde? Para conhecer as razões por que o açúcar é ruim para a saúde, tens de ter em conta os seguintes pontos: – A adição de açúcar, não contém nutrientes essenciais e é ruim para os nossos dentes Certamente deve ter ouvido várias vezes, mas nunca faz mal a incidir sobre isso: os açúcares (como a sacarose ou xarope de milho de alta frutose) contêm um alto teor de calorias sem nutrientes essenciais. Por este motivo, são chamados de calorias "vazias", já que não fornecem proteínas, nem gorduras essenciais, nem vitaminas ou minerais... apenas pura energia. Quando um de 15 a 20% das calorias que ingerimos vêm do açúcar e seus derivados, estamos produzindo um grande desequilíbrio no corpo, já que contaremos com um grande défice de nutrientes. Por outro lado, o açúcar é muito ruim para os dentes, uma vez que fornece energia de fácil assimilação para as bactérias "más" que se encontram em nossa boca. – Os açúcares são ricos em frutose, o que pode sobrecarregar o nosso fígado Para entender este ponto, é necessário entender por que o açúcar é ruim para a saúde e pode prejudicar nosso organismo. Antes que o açúcar entre na corrente sanguínea, do trato digestivo, decompõe-se em dois açúcares simples: glicose e frutose. O problema é que a frutose só pode ser metabolizada pelo fígado em pequenas quantidades. Isso significa que não teremos nenhum problema se você come pequenas quantidades de açúcar (como a que traz a fruta) ou logo depois de terminar uma sessão de exercício. Neste caso, a frutose é convertida em glicogênio e é armazenado no fígado até que necessitamos. No entanto, se o fígado está cheio de glicogênio, comer uma grande quantidade de frutose sobrecarga do fígado, obrigando-o a transformar a frutose em gordura. Se este processo se repete de forma regular, pode resultar no fígado gorduroso e todo um conjunto de consequências graves para a nossa saúde. Isso sim, é quase impossível ter excesso de frutose consumindo frutas, pelo que terá de controlar é outro tipo de alimentos, como doces, pastelaria industrial e derivados do açúcar. – Sobrecarregar o fígado com frutose pode causar Esteatohepatitis não alcoólica Uma conseqüência direta do ponto anterior, a acumulação de frutose no fígado pode fazer com que se transforme em gordura dentro deste órgão. Esta gordura será enviada para o sangue sob a forma de partículas de colesterol VLDL, que ao igual que o colesterol LDL é ruim, já que é que causa o estreitamento das artérias, com os consequentes riscos para a saúde que isso implica. Os estudos têm demonstrado que as pessoas com fígado gordo consomem até 2-3 vezes mais frutose do que o resto. – O açúcar pode provocar resistência à insulina, um passo prévio à síndrome metabólica e diabetes A insulina é um hormônio muito importante para o nosso organismo. Permite que a glicose (açúcar no sangue), entre nas células do sangue e lhes "indica" que comecem a queimar essa glicose no lugar da gordura. Ter demasiada glicose no sangue é altamente tóxico, e uma das principais causas das complicações mais comuns de diabetes, como cegueira, uma outra razão de peso para determinar que o açúcar é ruim para a saúde. Uma característica comum a disfunção metabólica é que lhe insulina deixa de funcionar como deveria. As células se tornam resistentes à mesma. Este problema tornou-se uma epidemia nos países ocidentais. E é que a resistência à insulina é a causa de diversas doenças, inclusive a síndrome metabólica, obesidade, doenças cardiovasculares e, em especial, a diabetes de tipo II. – A resistência à insulina pode resultar em diabetes tipo II Relacionado com o ponto anterior, quando as células se tornam resistentes aos efeitos da insulina, as células beta do nosso pâncreas devem trabalhar mais. Isso é um problema grave, já que níveis elevados de açúcar no sangue podem causar dano grave e irreparável. Em última instância, quando a resistência à insulina, que piora progressivamente, o pâncreas não consegue manter lidar com a alta demanda de produção de insulina necessária para manter os níveis de açúcar no sangue baixos. É neste ponto, quando os níveis de açúcar no sangue disparam e se realiza o diagnóstico de diabetes tipo II. Em nosso blog de Saúde incidimos no risco que representam as bebidas açucaradas e refrigerantes comerciais para o nosso organismo. De fato, sabe-se que as pessoas que bebem este tipo de bebidas de forma regular têm um 83% a mais de chances de sofrer, em algum momento de diabetes tipo II. Continuamos a expandir a informação sobre os motivos por que é prejudicial, o açúcar, o artigo: Por que o açúcar é prejudicial para a saúde O que vos parecem estas razões por que o açúcar é ruim para a saúde?

Post Navigation