Quem faz pedagogia pode dar aula no ensino médio?

Antes de iniciar uma graduação em pedagogia, é interessante, entre outras coisas, pesquisar um pouco sobre a área de atuação dos profissionais. Por isso, hoje vamos falar sobre esse assunto e tirar todas as suas dúvidas. E já adiantamos que esse conteúdo é o mesmo para quem deseja fazer o curso pedagogia EAD ou presencial. Afinal, as duas modalidades obedecem às mesmas diretrizes do Ministério da Educação (MEC) e, por isso, são opções confiáveis para os alunos.

Mas, vamos à pergunta do título: quem faz graduação em pedagogia pode dar aula no ensino médio? E a resposta é negativa. Apenas os profissionais formados em cursos específicos de cada disciplina podem dar aula para alunos do ensino médio. Como, por exemplo, os formados em Licenciatura em Matemática estão habilitados para ensinar sobre essa área. Porém, os pedagogos possuem um leque bem grande de atuação no mercado de trabalho. Então, vamos falar sobre isso logo abaixo, confira as possibilidades de atuação.

Área de atuação do pedagogo

Depois de concluir o curso pedagogia EAD ou presencial, o profissional pode lecionar todas as matérias relacionadas à Educação Infantil e das séries do Ensino Fundamental. De uma forma mais simples, o pedagogo ou a pedagoga podem dar aula quando não há a divisão de um professor por matéria, quando apenas um profissional é responsável pela turma inteira.

Mas, essa não é a única opção de atuação desses profissionais. Se preferir, o formado em graduação em pedagogia pode trabalhar na Educação de Jovens e Adultos (EJA), especificamente com Educação Especial, na gestão escolar e na orientação educacional. Mas, caso queira, também é possível ultrapassar o espaço da escola.

Outras opções de atuação são: pedagogia hospitalar, indústria de brinquedos, pedagogia empresarial e produção de materiais pedagógicos. Ou seja, já deu para perceber que as alternativas são muitas, e isso significa que sempre haverá vagas abertas e boas oportunidades no mercado de trabalho aguardando profissionais qualificados.

Curso de pedagogia EAD

Agora que você já sabe mais informações sobre o mercado de trabalho para os profissionais da área, pode garantir sua matrícula em um curso de nível superior. E a nossa dica é que você opte por um curso pedagogia EAD. Afinal, esse formato de estudo tem a mesma qualidade do ensino presencial, conta com o mesmo diploma e qualidade de ensino. Por outro lado, possui benefícios exclusivos que o presencial não pode acompanhar.

A primeira vantagem do curso pedagogia EAD é poder estudar quando e onde quiser. E isso não é nem só uma questão de conforto, mas dessa forma, também é possível equilibrar melhor os estudos com o trabalho e demais atividades diárias. É graças a esse formato que muitas pessoas conseguiram concluir sua graduação e conquistar novas e melhores oportunidades de trabalho.

A segunda vantagem é a economia. Você sabia que a graduação em pedagogia a distância tende a ter mensalidades 50% menores do que as do presencial? Isso acontece porque a instituição não precisa manter uma grande estrutura física para receber seus alunos diariamente, dessa forma, também não possui os gastos dessa estrutura. Assim, pode repassar essa economia aos seus alunos mensalmente.

No curso pedagogia EAD só o seu aprendizado importa. Dessa forma, você é livre para acelerar uma aula de um assunto que já domina, ou ainda, dedicar mais tempo em uma tema que te interessa. Em uma sala de aula presencial, isso nunca seria possível. Afinal, o professor teria que levar em conta o ritmo de aprendizado de cada um e fazer uma média para a turma. Dessa forma, todo mundo acaba saindo perdendo.

Então, na hora de escolher o seu curso, prefira graduação em pedagogia a distância. Assim, você pode aprender sem sair de casa e se preparar para todos os desafios da profissão e do mercado de trabalho. Mas, na hora de encontrar uma faculdade, confira se a instituição é credenciada pelo Ministério da Educação. Afinal, é esse credenciamento que torna o seu diploma válido e bem aceito. Você pode conferir essa informação diretamente pelo site do ministério, procurando pelo nome da faculdade que tem interesse. É importante lembrar que essa informação é pública e todos têm direito ao acesso, então, informe-se.