Quais são os principais tipos de arames?

É comum ter dúvidas na hora de escolher entre os diferentes tipos de arames disponíveis no mercado, justamente pelas diversas possibilidades de aplicações que cada um deles oferece.

Para sanar suas principais dúvidas, nós separamos algumas informações, orientações e dicas que podem ajudar no processo de decisão, além de descrições sobre os tipos de arames. Confira!

 

Tipos de arame

Funções específicas requerem a utilização de arames específicos, além de espessuras e metragens adequadas para cada aplicação.

A imagem mostra um exemplo de um tipo de arame usado na construção civil.

Conheça os principais tipos de arames disponíveis no mercado nacional:

  • Arame Liso;
  • Arame Farpado;
  • Arame de Aço Inox;
  • Arame Galvanizado;
  • Arame Recozido;
  • Arame Trançado.

Esses são alguns dos principais tipos de arames utilizados na área da construção civil e na indústria.

Independente do ambiente onde os arames são utilizados, esse material é dobrado e torcido com frequência e, por isso, precisa ter resistência e maleabilidade.

 

Arame Liso

O arame liso é o mais tradicional, sendo composto por apenas um fio de aço, com alta resistência. No mercado existem diversas formas do arame liso: oval, redondo e até plastificado.

Essa última versão é ideal para instalação em áreas úmidas devido a sua maior resistência à oxidação e corrosão

Por ter uma alta possibilidade de estiramento, a instalação do arame liso viabiliza maior espaço entre os postes de fixação, sendo muito utilizado na delimitação de propriedades rurais.

Possíveis aplicações:

  • Artesanato e decoração;
  • Montagem de cerca;
  • Tanques-rede;
  • Delimitação de propriedade.

A alta maleabilidade do arame liso suporta uma maior carga de ruptura, tornando assim padrão nas instalações de cercas para gado.

 

Arame Farpado

O arame farpado é formado por dois pedaços de fios torcidos com farpas inseridas a cada 12 centímetros. Essa é a principal característica desse tipo de arame, se tornando mais agressivo no contato.

Possíveis aplicações:

  • Segurança para cercados;
  • Afastar grandes animais;
  • Instalação em declives e curvas.

O arame farpado foi criado no século XIX nos Estados Unidos com propósito inicial de proteger instalações militares, prisões e definir fronteiras territoriais.

Logo em seguida, inspirados nas cercas-viva com galhos espinhentos de árvores nativas, foi massivamente utilizado para cercar propriedades privadas e os espaços dos animais.

 

Arame de Aço Inox

O arame de aço inox tem como principal característica a resistência a ambientes que tenham contato frequente com materiais corrosivos, como cloro, por exemplo, ou com alta umidade e maresia, como nas cidades litorâneas.

Justamente por esse motivo, o arame de aço inox não oxida na mesma velocidade que o arame liso tradicional.

Possíveis aplicações:

  • Cercas em locais abrasivos;
  • Produção de utensílios domésticos;
  • Fabricação de eletrônicos.

O arame de aço inox tem diversas aplicações por ser usado como matéria prima na fabricação de muitos produtos como clipes, pregos entre outros.

 

Arame galvanizado

O arame galvanizado é um fio de aço que passou pelo processo químico da galvanização para obter maior durabilidade.

Possíveis aplicações:

  • Fabricação de malhas e cabos de aço;
  • Construção de treliças e cercas;
  • Fechar embalagens de mercadorias.

Justamente por ser revestido com um metal resistente à ferrugem, por exemplo, o zinco, o arame galvanizado é mais forte e não corre o risco de enferrujar.

 

Arame recozido

O arame recozido é feito de fio de aço passando pelo processo de recozimento, um processo térmico que altera as propriedades químicas e físicas do fio.

Este processo aumenta a durabilidade do arame, mas suporta menos carga de ruptura que o arame liso e farpado.

Na construção civil, é comumente utilizado na fabricação de estribos, material básico na formação das colunas e pilares de prédios, pois auxiliam no reforço dessas estruturas.

Possíveis aplicações:

  • Artesanato;
  • Tecelagem de seda;
  • Videiras;
  • Produtos de esgrima.

Vale ressaltar que o arame recozido geralmente é encontrado na cor preta.

 

Arame trançado

O arame trançado é amplamente utilizado na construção civil por ter uma resistência maior dentre os outros tipos de arame.

Por ser maleável, o arame trançado é usado para amarração de grandes peças industriais ou vergalhões pela possibilidade de ser dobrado facilmente.

Possíveis aplicações:

  • Amarrar madeiras e barras de aço;
  • Canteiro de obras;
  • Fixação do concreto armado.

Nas obras, é utilizado especialmente para fixar a armação de concreto.

 

História

O arame faz parte da história da humanidade há muitas gerações e, desde então, é empregado em diversas atividades, desde o artesanato na Antiguidade, passando pelas cercas de proteção dos primeiros agricultores e fazendeiros, até os cabos elétricos que levam iluminação para nossas casas nos dias atuais.

 

Fabricação

Por ser um produto de origem milenar, o arame pode ser fabricado a partir de diferentes materiais, como fio de ferro, aço, cobre, latão ou outra liga de metal.

A partir da constante redução de uma barra maciça de qualquer um dos materiais citados anteriormente, pode-se obter barras menores, vergalhões, fios elétricos, clipes de papel e arame, dependendo da largura do produto final.

Esse processo industrial é chamado de trefilação e é capaz de reduzir a largura do fio, aumentando o comprimento do material utilizado, até o tamanho desejado. Caso você queira saber mais sobre os diversos tipos de arame, acesse Dimatelas.