Hoje, através do nosso blog de Saúde, vamos falar sobre quais os sintomas e como tratar as cataratas. As quedas ocorrem quando há uma acumulação opaca de proteínas danificadas no cristal, o que faz com que a visão seja desconhecida. Isso evita que a luz passe com clareza através do cristalino, causando uma perda de visão. As novas células do cristalino se formam no exterior do mesmo e as mais velhas se compactam-se no centro da lente, dando lugar a este tipo de doenças oculares. Sintomas das cataratas Os sintomas das cataratas são leves, até que bloqueiam a luz de forma notável e podem incluir os seguintes efeitos: – Visão turva e embaçada em forma de névoa. – Visão dupla, como se fosse uma imagem sobreposta. – Outro sintoma das cataratas é que existem alterações na forma que se percebe a cor, porque o cristalino incolor atua como um filtro. – Mudanças repentinas na prescrição de óculos. – Problemas para dirigir à noite, especialmente no reflexo que produzem as luzes dos carros que vêm. – Outro sintoma das cataratas é ter problemas com o brilho durante o dia. – Existe uma miopia progressiva em pessoas mais idosas, que é conhecido como a segunda vistaporque é possível que não precise de óculos para ler. Tratamento para as cataratas No que diz respeito ao tratamento para as cataratas, destacamos o seguinte: -Quando existem cataratas, a visão pode-se corrigir a um nível aceitável, com uma mudança na prescrição de lentes, incluindo lentes bifocais, o que elimina a necessidade de uma cirurgia no momento. -Se a perda de visão não pode ser corrigida com óculos novos e as cataratas interfere com a vida diária do paciente, é possível tratar as cataratas com a cirurgia, que consiste em extrair o cristalino opaco e substituí-lo com um artificial. O tratamento de cataratas com a cirurgia é geralmente realizada de forma ambulatorial e tem muito sucesso na restauração da visão, sendo uma das cirurgias mais frequentes. Não se sabe exatamente a causa exata das cataratas e não existe um método eficaz para preveni-las, mas como as cataratas e outras doenças, como o glaucoma são comuns em adultos mais velhos é importante examinar os olhos de forma regular. Este fato é muito importante, em pessoas que possuem fatores de risco ou história familiar de problemas oculares. Por isso, os adultos devem de ir ao oftalmologista, pelo menos, a cada dois anos e anualmente depois dos 50 anos. As pessoas com um histórico de problemas de olhos ou outras condições médicas que podem aumentar o risco de doenças oculares, como a diabetes podem necessitar de exames oftalmológicos de vista com maior frequência. Por isso, é muito importante saber se existe algum fator de risco, sinais de catarata ou outras condições que podem afetar a visão.

Post Navigation