Como tratar a menopausa naturalmente?

A menopausa é a última menstruação da mulher, indicando o fim de seu período fértil. Normalmente, acontece entre os 45 a 55 anos, mas quando ocorre antes é chamada de menopausa precoce.

Trata-se de um processo natural que provoca diversos sintomas, chegando a prejudicar a qualidade de vida da mulher. Mas, existem formas naturais de combatê-los. Conheça, a seguir, quais são!

Sintomas da menopausa

A lista de sintomas da menopausa inclui ondas de calor e secura vaginal, além de distúrbios do sono, passando a ter dificuldade para dormir e descansar efetivamente.

Além disso, pode servir de gatilho para distúrbios como ansiedade e depressão. Também provoca dores nas articulações e trato urinário, fadiga, suor em excesso e aumenta o risco de osteoporose.

A menstruação pausa definitivamente, mas antes disso pode se tornar irregular, com fluxo alterado, desde escasso até hemorragias. A atrofia dos órgãos genitais, redução da libido e alteração do humor também são sintomas marcantes.

Tratamentos naturais para a menopausa

O tratamento para menopausa natural é voltado a reduzir os sintomas que a mulher vivencia nesse processo, afinal, não há como reverter a suspensão da menstruação.

Mas, o que é bom para menopausa, considerando tratamentos naturais? Confira o que pode ser feito para amenizar os sintomas e ter mais qualidade de vida:

Fazer exercícios regularmente

A prática de exercícios regularmente libera endorfina no organismo, dando sensação de bem-estar e prazer. Por isso, reduz expressivamente os sintomas de menopausa, além de evitar o ganho de peso, que é comum nessa fase, e prevenir doenças.

Beber mais água

Um dos sintomas mais comuns da menopausa é o ressecamento do corpo todo, mas a pele e os cabelos são os que mais sofrem. Dá para amenizar isso aumentando o consumo de água durante o dia.

Caso não tenha o costume de beber água, uma alternativa é a água de coco ou suco de frutas. Mas, tenha um cuidado especial: prefira consumi-lo sem açúcar. Caso queira adoçá-lo, utilize mel.

Adaptar a alimentação

Durante menopausa há uma queda brusca na produção de hormônio. A alimentação pode ajudar a repor essa substância naturalmente. Tente inserir em suas refeições a soja e o inhame, que têm fitoestrogênios.

Outros alimentos que contribuem positivamente são a framboesa e amora (possuem isoflavona, um fitoestrogênio), leite e derivados (repõem cálcio e evitam a osteoporose).

Usar fitoterápico para menopausa

O fitoterápico é um medicamento natural feito com plantas. São alternativas práticas, porque vêm em cápsulas, podendo levá-las consigo para qualquer lugar, de modo a facilitar seu consumo.

Entre os principais tipos de fitoterápico está a isoflavona, que repõe hormônios naturalmente. É derivado da soja e ajuda a combater ondas de calor, estabilizar o humor e diminuir o risco de contrair doenças como as cardiovasculares.

Outros exemplos de fitoterápico para menopausa são o Black Cohosh e Red Clover, que também se destacam por ter isoflavona e possibilitar a reposição e reequilíbrio hormonal de maneira natural.

Para ter resultados expressivos, o consumo deve ser diário ou de acordo com a recomendação de seu médico ginecologista.