Você já ouviu falar dos benefícios da homeopatia para a nossa saúde?, estamos diante de um método terapêutico ideal para prevenir, aliviar ou curar certas doenças a partir de uma série de medicamentos que, em geral, não apresentam contra-indicações ou efeitos secundários de especial relevância. A saúde é um dos pilares mais importantes de nossa vida, o que, se não lhe damos a atenção que ela merece, em um futuro não muito distante poderá ocasionarnos sérias conseqüências para o nosso próprio bem-estar, impidiéndonos de esta forma poder desfrutar ao máximo das pequenas coisas que nos oferece a vida. Princípios básicos da Homeopatia Neste sentido, os tratamentos homeopáticos são uma das alternativas para que cada vez aposta em um maior número de pessoas em nossa sociedade atual, no intuito de prevenir ou aliviar certas doenças. Este tipo de terapias não são algo característico de nossos dias, pois a sua origem reside no século XVIII. O princípio da semelhança, uso de altas diluições e individualização do tratamento foram três os pilares fundamentais sobre os quais este método se assentava a partir de um princípio, tal como o formulou o chamado pai da homeopatia: o médico alemão Samuel Christian Hahnemann. A homeopatia, desde que foi formulada por este doutor, se estendeu por toda a Europa até o ponto de que em nossos dias já é usado em um total de 80 países em todo o mundo, sendo mais concretamente em França, um dos locais onde mais se utiliza este tipo de métodos e o berço onde se levantaram os prestigiosos Laboratórios Boiron, especializados neste método há mais de 80 anos. Uma das características mais marcantes deste método terapêutico que trata o paciente, tanto de forma individualizada como global, ou seja, que o profissional homeopata, sempre vai cuidar de realizar um estudo detalhado sobre quais são os sintomas mais característicos do paciente e, em função deste último, aplica um tratamento específico. Esta afirmação se deve a filosofia em que se baseia este método, e que encontra-se listada no conhecido como Livro Branco da Homeopatia: "não há uma única forma de tratar pacientes com os mesmos sintomas, ou a mesma doença", do que se deduz que este método tem em conta que cada pessoa é um mundo diferente e, portanto, requer alguns cuidados específicos. O princípio da homeopatia antes mencionado sobre a chamada lei da semelhança, dá conta de que este método baseia-se em utilizar, em doses reduzidas, idênticas substâncias em quantidades superiores foram os mesmos sintomas que se trata de aliviar em pessoas saudáveis. A homeopatia em Portugal Apesar de que a homeopatia em Portugal não está tão difundida como em outros países do mundo, o certo é que o seu conhecimento e aceitação vai aumentando consideravelmente, pelo menos assim o demonstra um estudo recente, onde se dá conta de que 21% conhece a homeopatia através de seu médico frente a um mínimo de 61% dos entrevistados já tinham ouvido falar dela. Hoje em dia, praticada por mais de 248.400 profissionais e prescrita por cerca de 100.000 médicos em Portugal, os medicamentos homeopáticos são utilizados para prevenir ou tratar enxaquecas, doenças agudas, como a gripe ou tosse, assim como outras doenças de caráter crônico, como a dermatite, asma ou a ansiedade, além de infecções relacionadas com o sistema imunitário, a garganta ou ouvidos. A homeopatia apresenta-se desta forma como uma das melhores alternativas que podemos escolher a hora de melhorar nossa saúde e evitar a ameaça de possíveis doenças que o dia de amanhã. Será que vós tendes feito uso da homeopatia em alguma ocasião?, como foi a vossa experiência?

Post Navigation